Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Voluntariado #3

12.10.17

Tinhamos acabado de chegar ao terminal de autocarros.

 

A Hazel disse-nos o que precisávamos de fazer!

Basicamente era preciso comprar aquilo que ela chamava de "master ticket", que correspondia a um bilhete que incluía todos os transportes necessários para chegar a Montezuma.

Custava cerca de 15 dólares.

 

Para se ter noção, a viagem de San José até Montezuma estava dividida da seguinte forma: duas horas e meia de viagem de autocarro desde San José até Puntarenas, em Puntarenas teríamos que esperar pelo ferry boat, cuja viagem demoraria cerca de uma hora e meia, de seguida apanhávamos o mesmo autocarro no qual tinhamos vindo até Puntarenas, porque esse autocarro vinha dentro do ferry, entrávamos nesse autocarro e fazíamos uma viagem de duas horas até Cobano onde trocaríamos de autocarro, autocarro esse que finalmente nos levaria até Montezuma, num percurso de cerca de 30 minutos.

 

Resumindo: um inferno de viagem!

Desde chover dentro dos autocarros, a autocarros sem portas e janelas, "estradas" que mais pareciam pistas de motocross e um ferry boat onde mais de metade dos passageiros tinha que ir de pé!

 

No entanto, para mim o momento mais marcante do percurso  foi durante a viagem de ferry boat!

Apanhámo-lo ainda de dia, mas como a viagem durou mais de uma hora, a parte final da viagem fizémo-la de noite e há um momento que vou recordar para sempre, tal foi o impacto!

É o momento em que estamos a chegar à península e cujo cenário é verdadeiramente imponente!

Noite cerrada, porque lá anoitece muito cedo, um único barco no meio do nada e à frente uma ilha gigante!

Só me vinha à memória as cenas do filme do King Kong, quando chegam à ilha!

Quem viu o filme do King Kong de 2005 é exatamente igual!

É impossivel não se ter receio, porque não se conhece nada nem ninguém e a atmosfera involvente é extraordinariamente inquietante! Sentes-te completamente perdido, sem saber o que vais encontrar! 

 

Foi assim que me senti, quando na parte de fora do ferry presenciei aquela imagem!

 

Foi duro!

Toda a viagem, desde San José, durou mais de sete horas!

Partimos às 14h e chegámos a Montezuma já depois das 21h.

 

Mas chegámos!

 

O autocarro parou e foi dado o alerta que tinhamos finalmente chegado a Montezuma.

Saímos do autocarro e fomos buscar as nossas malas, na esperança que estivessem intactas!

 

Depois pusémo-nos a caminho até ao destino correto: ASVO (Asociación de Voluntarios para el Servicio en Áreas protegidas de Costa Rica).

 

Comigo e com o Ricardo estavam mais sete voluntários, que acabámos por conhecer ao longo da viagem até Montezuma e que vinham com o mesmo propósito!

Tudo gente jovem, um casal de namorados alemães, uma rapariga alemã, duas inglesas e duas francesas.

Éramos nove no total!

 

O caminho a pé até à casa demorou cerca de cinco minutos!

Tivemos sorte... não estava a chover!

 

Quando cheguei à casa, percebi de facto para o que vinha!

Tinha paredes, já não era mau.

 

Fomos recebidos por uma bióloga, que encaminhou as raparigas para o seu quarto e os rapazes para o nosso.

 

Era eu, o Ricardo e o Alexander.

 

O nosso quarto, tinha seis bliches e não estava lá ninguém!

Foi a nossa sorte!!

Cada um ficou com duas camas. A de baixo para por as malas e as coisas de cada um e a de cima para dormir, até porque era mais fácil colocar a rede mosquiteira presa ao teto do quarto!

 

Fomos jantar! 

Massa com molho de tomate! Estava com tanta fome que me soube muito bem!

 

Depois do jantar estivemos um bocado à conversa com a bióloga e conheci o Ricardo Bonilla, que era um dos responsáveis pela ASVO ali na Costa Rica e que me ajudou logo com o wi-fi!! Estava desesperado para poder falar com os meus pais e amigos!

 

Fui me deitar ainda antes das 23h!

Estava completamente exausto!

 

No dia seguinte, iniciava-se oficialmente uma aventura inesquecível!

 

Até ao próximo capítulo!

IMG_1167.JPG

IMG_1170.JPG

IMG_1171.JPG

IMG_1172.JPG

IMG_1177.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_1179.JPG

IMG_1183.JPG

IMG_1186.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_1188.JPG

IMG_1191.JPG

IMG_1196.JPG

IMG_1198.JPG

IMG_1203.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_1204.JPG

IMG_1212.JPG

IMG_1214.JPG

IMG_1220.JPG

IMG_1221.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:11


4 comentários

Imagem de perfil

De sacha hart a 12.10.2017 às 20:29

Não podias ter escolhido um lugar mais longínquo!
Mas as fotografias transmitem mesmo a ideia de que seria lindo e memorável.


Mais um capitulo de uma história que me deixa muito curiosa por ler!
Imagem de perfil

De O enGINheiro a 14.10.2017 às 13:53

É verdade, era mesmo longínquo!
No próximo capítulo já se perceberá melhor que sítio era aquele!
Amanhã ;)
Perfil Facebook

De Mariana Sofia a 13.10.2017 às 21:20

E eu, aqui ansiosa por saber mais sobre esta experiência inesquecível que tiveste!
beijinhos **
Imagem de perfil

De O enGINheiro a 14.10.2017 às 13:55

Amanhã sairá novo capítulo!
Beijinho :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D